PUBLICIDADE
Notícias

Servidores ocupam prédio do IPM e cobram avanços no reajuste salarial

Em estado de greve desde 23 de janeiro, os servidores reclamam da falta de autonomia do instituto e da demora em avanços sobre o reajuste salarial

11:30 | 12/02/2014
NULL
NULL
Os servidores que fazem parte do Sindicato dos Servidores Públicos de Fortaleza (Sindifort) ocuparam o prédio do Instituto de Previdência do Município (IPM), na rua Major Facundo, no Centro. Anteriormente, o grupo havia se reunido na Praça do Ferreira, na manhã desta quarta-feira, 12, onde fizeram assembleia pra avaliar o estado das negociações com a Prefeitura de Fortaleza.

Os funcionários públicos estão em estado de greve desde o dia 23 de janeiro. A expectativa do Sindifort é de que os servidores sejam atendidos pelo superintendente do órgão. Eles reivindicam autonomia administrativa do instituto, que, segundo o grupo, estaria, atualmente, submetido às vontades do gabinete do prefeito Roberto Cláudio (Pros).
[SAIBAMAIS 2]
Além das críticas à situação do IPM, o sindicato questiona também a falta de avanços da Prefeitura em relação ao reajuste salarial de 5,7% proposto pelo prefeito. Os servidores já afirmam, inclusive, abrir mão do pedido de reajuste em 15% em troca de a Prefeitura reajustar o valor de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de Fortaleza somado os retroativos de 2009.

Redação O POVO Online
com informações do repórter Carlos Mazza

TAGS