PUBLICIDADE
Notícias

Serra: Alckmin tem todo interesse na apuração do cartel

19:27 | 06/08/2013
Em visita a Salvador, o ex-governador paulista José Serra (PSDB), fez coro a seu sucessor e colega de partido, Geraldo Alckmin, ao dizer a administração pública do Estado "foi vítima" e tem "todo interesse" nas investigações sobre a suposta formação de cartel em licitações para obras do metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

"Se tem irregularidades, se houve, realmente, conluios, é todo interesse do governo de São Paulo saber, até para ser ressarcido dos prejuízos que isso tiver causado", argumentou.

Serra, porém, resolveu não se estender no tema. Preferiu mudar o foco para as obras do metrô de Salvador - que também está sendo alvo de investigações, pelo Ministério Público Federal. "O metrô de Salvador é um escândalo, porque está aí desde o fim dos anos 1990, era uma linha de 12 quilômetros que foi dividida por dois e não sai do lugar", argumentou.

Ao ser informado que o Tribunal de Contas da União (TCU) aponta suspeitas de superfaturamento de R$ 166 milhões na obra soteropolitanas (R$ 400 milhões em valores atualizados), Serra disse que a população da cidade "sofre duas vezes". "Salvador coexiste com duas coisas, o superfaturamento e não ter a mercadoria, porque não tem um metrô", alegou. "O que é um absurdo completo, em uma cidade do tamanho de Salvador."

E o ex-governador ainda aproveitou o tema para criticar o governo federal. "Enquanto isso, o governo federal fica tocando plano de trem-bala, entre Rio e São Paulo, um projeto de R$ 70 bilhões, que nem a população de São Paulo nem a do Rio quer", disse. "Eles querem é mais metrô."

TAGS