PUBLICIDADE
Notícias

Ideli critica derrubada de projeto de repasse do FPE

10:42 | 13/06/2013
A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou, nesta quinta-feira, 13, que a Câmara dos Deputados "terá de equacionar" uma solução após a derrubada, na quarta-feira, 12, do projeto que alterava as regras do repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE). "A Câmara vai ter de equacionar essa questão, porque já teve um prazo dado pelo Supremo (Tribunal Federal) que vence no final deste mês e tudo que não precisamos é ter uma ordem judicial, impedindo o repasse do FPE", afirmou a ministra ao chegar em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, para o encontro de prefeitos.

Ideli classificou a proposta rejeitada por falta de votos necessários como "um típico projeto que não era governo versus oposição", tanto que a orientação do Planalto é de que a votação ocorresse de qualquer forma. "A única posição colocada pelo governo era: por favor, votem, seja qual for a decisão", afirmou.

A ministra admitiu ainda que o relacionamento entre o governo e o Congresso enfrenta "altos e baixos" e "momentos de mais ou menos tensão", mas que o Planalto tem tido sucesso nas propostas enviadas ao Parlamento. "Tivemos recentemente sucesso em várias matérias, como a proposta da queda do preço da energia e da desoneração da cesta básica", exemplificou. Além de Ideli, participam do encontro de prefeitos ainda os ministros Miriam Belchior (Planejamento) e Alexandre Padilha (Saúde). O vice-presidente da República Michel Temer era esperado para o evento, a assessoria dele confirmou a presença ontem, mas ainda não chegou.

TAGS