PUBLICIDADE
Notícias

Roberto Pessoa diz ter sido alvo de operação de busca e apreensão pela Polícia Civil

Ex-prefeito de Maracanaú disse que teve um notebook apreendido; operação ocorre uma semana após Cid anunciar investigação da Polícia Civil sobre interceptação de e-mails do Palácio da Abolição

17:10 | 11/04/2013
O ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), disse ter sido alvo de operação de busca e apreensão pela Polícia Civil na tarde desta quarta-feira, 10. Durante a ação, um notebook do ex-prefeito foi apreendido em seu apartamento em Fortaleza, na Avenida Beira Mar. Segundo Pessoa, sete policiais civis passaram cerca de uma hora no imóvel e vasculharam armários e gavetas. “Foi uma tentativa clara de intimidação”, afirma.

A operação ocorre menos de uma semana após Cid Gomes (PSB) anunciar investigação da Polícia Civil para apurar vazamento de e-mails do Palácio da Abolição. Na última sexta-feira, 5, o governador disse que a polícia já estava “muito perto” de rastrear três endereços eletrônicos que teriam invadido seu e-mail oficial. A fala do governador, por sua vez, ocorreu um dia após o deputado Eudes Xavier (PT) ir à tribuna da Câmara dos Deputados denunciar que os irmãos Cid e Ciro Gomes estariam espionando o ex-prefeito de Maracanaú.

A Polícia Civil ainda não confirma a operação no apartamento de Roberto Pessoa. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa e com o delegado-geral do órgão, Luiz Carlos Dantas, mas as chamadas não foram atendidas. Segundo a chefe de gabinete de Dantas, a cúpula da PC participa de uma reunião na Secretaria de Segurança e Segurança Pública do Estado. A assessoria de imprensa do Governo do Estado, por sua vez, nega qualquer vinculação da figura do governador à operação desta quarta-feira.

Espionagem

Roberto Pessoa, que afirmou estar em Brasília durante a busca da polícia, nega envolvimento em espionagem e diz que é vítima de tentativa de intimidação do Governo do Estado. “O governo aí espionando, e agora sou eu é quem sou investigado? É uma inversão. Mas eu estou preparado para tudo e para mais. Estou preparado para essa operação e para as outras que deverão vir. Não me intimido, pois eu estou com a verdade”, diz.

O ex-prefeito de Maracanaú diz ainda que o computador apreendido é utilizado apenas pelos seus netos. “Infelizmente, eu sou um analfabeto em computador. Levaram o brinquedo informativo dos meus netos”, diz.

Carlos Mazza

TAGS