PUBLICIDADE
Notícias

PSDB deve suspender ato no centro de SP

09:19 | 02/10/2012
A campanha do candidato a prefeito de São Paulo José Serra (PSDB) estuda cancelar uma caminhada que estava prevista para quinta-feira no centro da cidade para evitar provocações de movimentos grevistas previstos para ocorrerem nesta semana.

A caminhada no centro seria o último grande ato da campanha de Serra nesse primeiro turno e contaria com a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Quinta-feira é o último dia para que os candidatos participem de reuniões públicas. Os comícios estarão proibidos até domingo (7), data da eleição.

Os tucanos consideram que as paralisações que funcionários do Metrô e do setor da educação ameaçam fazer são "provocações", e que podem colocar Serra em uma saia-justa durante atos públicos.

Tradicionalmente, os líderes do PSDB ligam os movimentos grevistas desses dois setores ao PT - que tem relações com entidades sindicais. Os professores da rede estadual, que estão em campanha salarial, devem fazer assembleias durante a semana, com passeatas saindo da Praça da República, no centro.

O Sindicato dos Metroviários, também em campanha por reajustes salariais, decidiu na semana passada entrar em greve na quinta-feira. Eles podem liberar as catracas ou impedir o funcionamento dos trens. Uma assembleia da categoria está marcada para quarta-feira, para decidir os próximos passos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

TAGS