PUBLICIDADE
Notícias

Ana Luiza: pela causa do funcionalismo público

08:00 | 06/10/2012
Considerada uma das principais dirigentes do funcionalismo público do País, a candidata do PSTU à Prefeitura de São Paulo, Ana Luiza de Figueiredo, disputa pela primeira vez o cargo e chamou a atenção no horário eleitoral no rádio e na TV defendendo as recentes paralisações de servidores. Com poucos segundos de exposição na mídia eletrônica, Ana Luiza defendeu uma administração "voltada aos trabalhadores". Seu vice na chapa é Wilson Aparecido Ribeiro.

O discurso de Ana Luiza foi repleto de críticas ao que chama de "política velha", na sua visão, representada pelos líderes das pesquisas de intenção de votos, Celso Russomanno (PRB) - a quem chama de "cria do Maluf (Paulo Maluf, deputado federal pelo PP)" -, José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT). "Russomanno é herdeiro do malufismo e tem a política de militarizar as escolas e as comunidades, com o objetivo de criminalizar a pobreza", disse.

Ana Luiza ajudou a fundar a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o PT nos anos 80, partido ao qual ela foi filiada até 1992, quando seu grupo foi expulso. Da CUT, ela separou-se em 2003. Hoje, Ana Luiza atua na CSP Conlutas - Central Sindical e Popular.

Com 53 anos, Ana Luiza nasceu em Porto Alegre, é ex-bancária e trabalha como funcionária pública federal. Ela estreou nas urnas em 2006 ao disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo e, em 2010, ela concorreu o Senado.

TAGS