Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Sri Lanka prende dois ativistas e ratifica estado de emergência

13:46 | Jul. 27, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A polícia do Sri Lanka prendeu nesta quarta-feira(27) dois ativistas do movimento de protesto que desencadeou a queda do presidente Gotabaya Rajapaksa. Enquanto isso, o Parlamento mantém o estado de emergência para restaurar a ordem da nação.

Os presos foram identificados, em nota, como Weranga Pushpika e Kusal Sandaruwan.

Rajapaksa foi obrigado a abandonar o palácio presidencial em Colombo no dia 9 de julho depois da invasão dos milhares de manifestantes. O presidente deposto fugiu para as Maldivas antes de seguir para Cingapura, onde apresentou sua renúncia em 14 de julho.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Seu sucessor, Ranil Wickremesinghe, imediatamente declarou estado de emergência e prometeu tomar medidas contra quem gerou problemas durante os protestos.

A polícia também publicou fotos de 14 suspeitos de envolvimento com um incêndio provocado na casa de Wickremesinghe, no mesmo dia que o gabinete e a residência do presidente foram invadidos.

Os dois ativistas foram presos depois da detenção do líder estudantil Dhaniz Ali na noite de terça-feira (26) no principal aeroporto do país enquanto embarcava para Dubai.

Na quarta, o Parlamento aprovou por 120 votos contra 63 o estado de emergência que Wickremesinghe declarou há duas semanas e permanecerá vigente até meados de agosto.

aj/gle/lth/cm/eg/ms/jc

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar