Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Explosão em depósito de contêineres deixa 49 mortos em Bangladesh

09:12 | Jun. 05, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Pelo menos 49 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas em um incêndio que provocou uma enorme explosão química em um depósito de contêineres em Sitakunda, Bangladesh, informaram autoridades locais neste domingo (5).

As autoridades preveem um agravamento do saldo de vítimas, uma vez que há vários feridos em estado crítico e, segundo testemunhas, vários corpos ainda não foram recuperados do armazém privado, localizado a 40 quilômetros do grande porto de Chittagong, no sudeste do país.

O incêndio começou no sábado por volta das 21h30, hora local (12h30 de Brasília).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Centenas de bombeiros tentavam apagá-lo quando, uma hora após a declaração do incidente, vários contêineres de produtos químicos explodiram, deixando inúmeras vítimas.

"Há mais de 300 feridos", disse à AFP Elias Chowdhury, autoridade regional da saúde.

Segundo este responsável, estão desaparecidas várias pessoas, inclusive jornalistas que cobriam o incêndio ao vivo.

"O número de mortos vai aumentar porque as operações de resgate não terminaram", alertou.

"Ainda há corpos nos locais afetados pelo incêndio. Já vi oito ou dez corpos", declarou um socorrista à imprensa.

Pelo menos sete bombeiros morreram e quatro estão desaparecidos, disse Reazul Karim, funcionário dos serviços de combate a incêndios.

A gigantesca explosão sacudiu prédios a vários quilômetros de distância, segundo testemunhas.

"Um cilindro voou cerca de meio quilômetro do local do incêndio para pousar em um pequeno lago", comentou Mohgammad Ali, um lojista de 60 anos.

"A explosão provocou bolas de fogo, que caíram como chuva. Estávamos com tanto medo que tentamos fugir imediatamente", acrescentou o comerciante.

"A explosão me jogou a uma dúzia de metros de onde eu estava. Minhas mãos e pernas estão queimadas", relatou Tofael Ahmed, motorista de caminhão que estava no depósito.

O chefe do corpo de bombeiros, general de brigada Main Uddin, disse à imprensa que o depósito de contêineres continha peróxido de hidrogênio.

"Ainda não conseguimos controlar o fogo devido à existência desse produto químico", explicou.

Mominur Rahman, administrador do distrito de Chittagong, anunciou a abertura de uma investigação.

Ele também disse à AFP que cerca de 200 soldados foram convocados como reforço, especialmente para evitar que produtos químicos fossem despejados no mar.

Rahman especificou que o armazém também continha roupas no valor de milhões de dólares e que seriam exportadas para países ocidentais.

Cerca de 90% do comércio anual de 100 bilhões de Bangladesh flui através de Chittagong.

Este grande porto recuperou a sua atividade desde o final do ano passado, graças à recuperação econômica global após a pandemia.

Os incêndios são comuns em Bangladesh, onde os regulamentos de segurança são pouco respeitados.

Em julho de 2021, 54 pessoas morreram em um incêndio em uma grande fábrica de processamento de alimentos nos arredores da capital, Dhaka.

E em fevereiro de 2020, 70 pessoas morreram em outro incêndio que devastou vários prédios em Dhaka.

str-sa/stu/me/mar/meb/mr

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar