Participamos do

Adolescente palestino morre por disparos da polícia israelense na Cisjordânia

09:47 | Mai. 21, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Um adolescente palestino foi morto a tiros pela polícia israelense durante uma operação na cidade ocupada de Jenin, na Cisjordânia, neste sábado (21) - informou o Ministério palestino da Saúde.

"Um menino de 17 anos morreu, e outro, de 18 anos, foi ferido pelas balas da ocupação israelense durante sua agressão em Jenin", disse o Ministério.

A agência oficial de notícias palestina identificou o adolescente morto como Amkhad Al-Fayed.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em um comunicado, o Exército israelense disse que, durante as operações, perto da cidade de Kafr Dan, "suspeitos atiraram nos soldados (...) de um veículo em movimento. Também lançaram coquetéis molotov e um artefato explosivo".

"Em resposta, os soldados dispararam" e atingiram vários deles, segundo a mesma fonte.

O campo de refugiados de Jenin tem sido alvo de múltiplas operações das forças de segurança após uma série de atentados em Israel que deixaram 19 mortos.

Na semana passada, um palestino morreu, e 13 ficaram feridos, em uma intervenção da polícia neste campo. Nela, também morreu um agente israelense, identificado como Noam Raz pelo primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett.

O palestino morto na semana passada foi identificado como Daoud al Zubaidi, irmão de Zakaria al Zubaidi, que dirigiu o braço armado do movimento Fatah do presidente palestino, Mahmud Abbas.

Essa operação ocorreu horas antes do funeral de Shireen Abu Akleh, um conhecida jornalista da Al Jazeera morto a tiros na semana passada, quando cobria uma intervenção israelense em um campo.

gb/mtp/dbh/yow/mis/jvb/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar