Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Hungria celebra exceções para o país no embargo da UE ao petróleo russo

06:12 | Mai. 31, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, celebrou nesta terça-feira o acordo da União Europeia (UE) para proibir as importações de petróleo russo que concede uma exceção para os abastecimentos por oleoduto, o que beneficia seu país.

"As famílias poderão dormir tranquilas esta noite, evitamos a ideia mais aterradora", disse Orban em um vídeo divulgado no Facebook.

"Alcançamos um acordo que estabelece que os países que recebem petróleo por oleodutos possam seguir operando suas economias sob as condições prévias", acrescentou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A medida proíbe as importações marítimas do petróleo russo, que alcançaria dois terços do total, segundo a UE.

Orban havia ameaçado vetar o acordo e alertou que suspender os abastecimentos prejudicaria a economia de seu país e colocaria em risco a segurança energética.

Os governantes da UE se reuniram em Bruxelas na segunda-feira para negociar o acordo, em meio às preocupações citadas pela Hungria e outros países vizinhos altamente dependentes do petróleo russo.

Uma proibição geral "teria sido insuportável para nós... como uma bomba atômica, mas conseguimos evitar", disse Orban.

O compromisso alcançado na noite de segunda-feira para punir a Rússia pela invasão da Ucrânia corta "uma grande fonte de financiamento para sua máquina de guerra", disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que a medida "efetivamente cortará quase 90% das importações de petróleo da Rússia à UE até o fim do ano".

pmu/mas/an/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar