Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

A acirrada luta por um lugar ao sol na elite

00:05 | Mai. 30, 2022
Autor DW
Tipo Notícia

Schalke 04, Werder Bremen, Darmstadt, Hamburgo e St. Pauli ainda têm chances de ascender à primeira divisãoNunca na história da segunda divisão alemã, a Bundesliga 2, a emoção foi tão grande. A apenas duas rodadas do fim da temporada, cinco clubes ainda têm chances de subir à primeira divisão.Tudo o que falta de emoção na luta pelo título da Bundesliga tem de sobra na segundona do futebol alemão, onde, a apenas duas rodadas do encerramento da atual temporada, cinco clubes ainda mantêm suas chances de subir à primeira divisão. Há três vagas disponíveis na elite e, a rigor, nada está decidido. Esses cinco clubes estão separados apenas por cinco pontos na tabela de classificação, e todos ainda têm chances – alguns mais, outros menos – de ficar com uma das três vagas. As primeiras duas dão direito ao acesso direto à Bundesliga. O time que ficar em terceiro lugar na tabela ainda terá uma chance de subir – vai disputar com o 16º colocado da primeira divisão um lugar ao sol na elite. Na história da segunda divisão – a Bundesliga 2 – nunca houve uma luta de tamanho acirramento entre tantas equipes com possibilidades de acesso ao andar de cima faltando tão pouco tempo para o fim da campanha. O mais perto que se chegou recentemente de uma situação como essa foi em 2003, quando Frankfurt e Mainz disputaram palmo a palmo a terceira vaga que acabou ficando com as "águias" do Eintracht pelo saldo de gols – apenas um gol a mais fez toda a diferença. A situação de cada um dos pretendentes à prateleira de cima não poderia ser mais dramática. Rüdiger Fisch, presidente do Darmstadt, atual vice-líder depois da estonteante vitória sobre o Erzgebirge Aue por 6x0, pontuou bem: "A situação atual é assim: com cada ponto perdido, você fica mais longe, e com cada ponto ganho, você fica mais perto." Schalke 04 Enquanto isso, o atual líder, Schalke 04, festejava seu triunfo heroico de virada fora de casa sobre o Sandhausen (2x1), o que lhe garantiu a liderança isolada, com dois pontos de vantagem sobre o Darmstadt. Simon Terrode, o maior artilheiro da história da segundona, com 169 gols e autor do gol da vitória já nos acréscimos, balbuciava nos microfones dos repórteres: "A minha ficha ainda não caiu. Nem acredito o que aconteceu aqui. Estou sem palavras para expressar tudo o que sinto." Os azuis reais de Gelsenkirchen estão com a faca e o queijo na mão. O seu destino está em suas próprias mãos, ou melhor, nos seus próprios pés. Não dependem dos tropeços dos outros. Dependem apenas das suas próprias forças no próximo fim de semana, quando recebem o St. Pauli na sua Veltins Arena. Desde que Mike Büskens assumiu o comando técnico do Schalke 04 em março, o time surfa numa onda vitoriosa – foram seis vitórias em sete partidas. Tem no seu elenco dois artilheiros decisivos que dão conta do recado (Simon Terrode e Marius Bülter). Além disso, vai jogar em casa, podendo contar com o apoio de mais de 60 mil torcedores que literalmente carregam a equipe nos ombros. St. Pauli O St. Pauli até que poderia pensar seriamente numa recuperação diante do Schalke 04 e, com uma vitória sobre o líder, repor uma boa dose de autoconfiança para ao menos terminar o campeonato em terceiro lugar. Entretanto, a queda de rendimento do time no segundo turno é assustadora. Desde março o St. Pauli não sabe o que é uma vitória. Se olharmos para a tabela do returno, veremos que em 15 jogos o St. Pauli obteve apenas 18 pontos e está em 13º lugar. Para piorar tudo mais um pouco, ao menos sete jogadores estão no departamento médico e na última segunda-feira (02/05), o clube informou que dez jogadores testaram positivo para covid-19. Estão fora de combate muito provavelmente até o fim da temporada. As perspectivas não poderiam ser piores para o simpático clube de Hamburgo. Werder Bremen Outro forte candidato à volta por cima é o Werder Bremen, que, apesar do surpreendente vacilo diante do Holstein Kiel – derrota por 2x3 –, pode contar com dois fortes fatores para voltar à prateleira de cima. O primeiro é o fato inconteste de que o elenco conta com a melhor dupla de atacantes da Liga 2. Trata-se de Marvin Duksch e Niclas Füllkrug, que juntos marcaram 37 gols. O duo é um terror para qualquer adversário, como bem sabe o atual líder Schalke 04, que há dez dias amargou uma goleada acachapante frente ao Werder (1x4). O segundo fator que pode facilitar a vida de Duksch e cia. é a fraqueza dos seus próximos adversários. Fica difícil imaginar que um time que cria tantas oportunidades claras de gol perca seu próximo compromisso frente ao já rebaixado Erzgebirge Aue ou que o Jahn Regensburg (11º na tabela) possa criar algum problema sério para o Bremen na última rodada. Darmstadt Antes do campeonato começar, poucos davam uma chance para o Darmstadt. Entretanto, o time fez um primeiro turno muito bom, que acabou não se confirmando no returno. Atualmente ostenta uma campanha mediana e está na vice-liderança mais por tropeços dos seus concorrentes do que por méritos próprios. Chama a atenção sua defesa, que vira e mexe entrega a paçoca. O Darmstadt vai pegar o Fortuna Düsseldorf no próximo fim de semana fora de casa – time que mantém uma série invicta de 11 partidas (cinco vitórias e seis empates). O Darmstadt tem boas chances de pegar uma das três vagas disponíveis, mas precisa estabilizar seu setor defensivo e repetir seu desempenho do último fim de semana, quando goleou o Erzgebirge Aue (6x0), nas duas partidas que lhe restam. Hamburgo O Hamburgo já faz sua quarta temporada na Bundesliga 2. Nas três anteriores, sempre acabou ficando em 4º lugar, onde está exatamente neste momento, alguns dias antes das duas últimas rodadas decisivas. O time vem de três vitórias consecutivas no campeonato, está com bom astral e pretende continuar sua tendência ascendente com triunfos sobre Hannover 96 e Hansa Rostock, ambos sem maiores pretensões, pois já não correm perigo de rebaixamento. Com um pouco de sorte e tropeços dos seus concorrentes diretos (St. Pauli, Darmstadt e Werder Bremen), pode sonhar com a terceira vaga e com a volta à Bundesliga. Schalke 04, Werder Bremen, Darmstadt, Hamburgo, St. Pauli. Quem sobe? Quem fica? Lá vai meu palpite: Schalke 04 e Werder Bremen sobem direto. Darmstadt ou Hamburgo ficam com a terceira vaga que dá direito aos play-offs com o 16º da Bundesliga. St. Pauli fica para a próxima. _________ Gerd Wenzel começou no jornalismo esportivo em 1991 na TV Cultura de São Paulo, quando pela primeira vez foi exibida a Bundesliga no Brasil. Atuou nos canais ESPN como especialista em futebol alemão de 2002 a 2020, quando passou a comentar os jogos da Bundesliga para a OneFootball de Berlim. Semanalmente, às quintas, produz o Podcast "Bundesliga no Ar". A coluna Halbzeit é publicada às terças-feiras. O texto reflete a opinião do autor, não necessariamente a da DW. Autor: Gerd Wenzel

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar