Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Coalizão de 42 veículos investigará desinformação nas eleições de 2022 no Brasil

10:21 | Mai. 25, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Criado no âmbito das eleições presidenciais de 2018, o Projeto Comprova amplia sua aliança, reunindo 42 veículos de comunicação, entre eles a AFP, para investigar peças de desinformação durante o processo eleitoral de outubro.

"Essa é hoje a maior coalizão de veículos conduzindo um trabalho sistemático de checagem e verificação no Brasil. Os conteúdos desenvolvidos pela rede serão fundamentais para o combate à desinformação durante as eleições deste ano", avalia Natália Mazotte, presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que lidera o projeto.

Com suporte técnico e financeiro de Google e Meta, o Comprova segue metodologias de verificação da First Draft, organização internacional que pesquisa desinformação.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Desde o início do projeto, quando tinha 24 parceiros, 800 reportagens foram publicadas de forma colaborativa pelo Comprova. As verificações permeiam temas como eleições e o processo eleitoral e a pandemia da covid-19.

Entre os esforços para frear a difusão de desinformação nas redes sociais, a coalizão assinou um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o objetivo de facilitar aos veículos signatários o acesso a fontes de informação sobre processos eleitorais.

"A melhor forma de combater desinformação é inundar o mercado com notícias verdadeiras, a checagem de notícias se tornou uma vertente importante do jornalismo profissional", disse em fevereiro passado, no evento de renovação da parceria, o então presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso.

A aliança também promove a educação digital e recentemente lançou um minicurso por WhatsApp destinado a pessoas maiores de 50 anos.

O engajamento do público na denúncia de conteúdos suspeitos é fundamental na hora de monitorar redes sociais, motivo pelo qual a coalizão disponibiliza um número de WhatsApp - (11) 97045-4984 - e um formulário no site projetocomprova.com.br para envio de sugestões de checagem.

Devido à licença Creative Commons, o material produzido pela coalizão pode ser republicado por organizações que não fazem parte dela. Para isso, é preciso creditar o Comprova e o conteúdo não pode ser alterado.

Além da Agence France-Presse no Brasil, o Projeto Comprova é composto pelos principais jornais, emissoras de televisão, rádios e sites do país, tais como Band News, CNN Brasil, Correio Braziliense, Correio do Povo, Diário do Nordeste, O Estado de S. Paulo, Estado de Minas, Folha de S.Paulo, GZH, Metrópoles, Nexo Jornal, O Dia, Poder360, revista Piauí, SBT, UOL e Veja.

yb/mcp/arc

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar