Participamos do

Sanções estão impactando o armamento russo, diz Pentágono

15:46 | Mai. 09, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

As sanções internacionais começam a surtir efeito na indústria bélica russa, que está com dificuldades para repor os mísseis guiados que seu exército utiliza na Ucrânia, devido ao embargo de componentes eletrônicos imposto à Rússia, afirmou nesta segunda-feira (9) um funcionário do Pentágono.

A Rússia já lançou tantos mísseis contra a Ucrânia que ficou com falta de "armamentos guiados de precisão e tem problemas para restituí-los", declarou à imprensa este funcionário que pediu anonimato.

"Acreditamos que as sanções e restrições à exportação, especialmente de componentes eletrônicos, tiveram um efeito na base industrial da defesa russa", acrescentou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Por isso, lançam sobre grandes cidades como Mariupol e Kharkiv bombas não guiadas que não distinguem entre alvos militares e prédios de apartamentos, explicou.

Além disso, as forças russas seguem tendo problemas de fornecimento e disciplina, inclusive entre os oficiais que "se negam a obedecer as ordens e avançar", disse.

Diante da obstinada resistência ucraniana, a operação russa no sul do país "só avançou nos últimos dias", apontou o funcionário do Departamento de Defesa dos EUA.

Em Donbass, "os russos não conseguiram alcançar nenhum avanço significativo", afirmou, algo que atribuiu à incapacidade das forças russas de coordenar os ataques aéreos e as manobras em terra, inclusive pelo clima que cobre o terreno de lama, obrigando os tanques a permanecer nas vias pavimentadas.

Os russos "não resolveram todos os seus problemas de logística e manutenção", acrescentou.

sl/rle/erl/yow/ic/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar