Participamos do

Oito cidadãos turcos sequestrados por gangue no Haiti

12:26 | Mai. 09, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Oito cidadãos turcos foram sequestrados no domingo por uma gangue quando viajavam de ônibus da República Dominicana à capital haitiana, Porto Príncipe, informou à AFP nesta segunda-feira(9) o cônsul honorário da Turquia no Haiti.

"Durante o sequestro, enquanto desciam do veículo, alguns tiveram tempo de entrar em contato com sua organização", disse Hugues Josué.

"São oito e são colaboradores de uma organização que promove a educação", afirmou, sem detalhar o nome da instituição.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O incidente ocorre em meio a uma onda de ataques de gangues cada vez mais poderosas no país caribenho.

Uma semana antes, as Nações Unidas informaram que confrontos entre gangues no norte de Porto Príncipe em 24 de abril deixaram pelo menos 75 mortos, incluindo crianças e mulheres.

O organismo expressou sua "profunda preocupação com a rápida deterioração da segurança" na capital haitiana.

Durante décadas, as gangues armadas estiveram fortemente presentes nos bairros mais pobres de Porto Príncipe. Nos últimos anos, estes grupos aumentaram drasticamente seu controle na capital haitiana e no país como um todo. As ocorrências de assassinatos e sequestros dispararam.

Em outubro, a gangue "400 Mawozo" sequestrou um grupo de 17 missionários americanos e seus familiares, incluindo cinco crianças.

Depois que cinco membros do grupo foram liberados, os demais conseguiram fugir em dezembro.

amb/ube/llu/dem/jc

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar