Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

México entrega à Guatemala suposto narcotraficante procurado pelos EUA

13:32 | Mai. 02, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

As autoridades do México entregaram à Guatemala um suposto narcotraficante, cujo extradição foi pedida pelos Estados Unidos, devido a acusações de tráfico de drogas - informou o Ministério Público (MP) guatemalteco nesta segunda-feira (2).

O guatemalteco identificado como Juan Luis Ortiz López se encontrava em território mexicano e "foi localizado com o apoio das autoridades desse país, motivo pelo qual foi expulso para a Guatemala, onde foi cumprido o mandado de prisão", disse o porta-voz do MP, Juan Luís Pantaleón, à AFP.

Ortiz López é reivindicado pela Justiça do estado do Texas (sul dos EUA) por "conspiração para produzir e distribuir" cocaína, acrescentou a mesma fonte.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo as investigações, o suspeito é sobrinho do guatemalteco Juan Ortiz, conhecido como "Chamalé". Extraditado para os EUA em 2014 por transporte de drogas, é ligado ao cartel mexicano Sinaloa.

Chamalé foi condenado a 20 anos de prisão em 2015 pela Justiça do estado da Flórida (sul).

No domingo (1º), a polícia prendeu dois mexicanos no aeroporto internacional da Cidade da Guatemala. Ambos têm em aberto um pedido de extradição, por parte da Justiça americana, também por narcotráfico.

Com a ajuda de chefões do tráfico local, os cartéis internacionais utilizam a Guatemala e o restante da América Central para o transporte de carregamentos de drogas e lavagem de dinheiro.

Washington calcula que 90% da cocaína que chega aos EUA seja levada em aviões leves, lanchas e até submarinos, através do México e da América Central.

hma/mav/yow/gf/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar