Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Carro-bomba atinge prefeitura na Colômbia a um mês das presidenciais

13:57 | Mai. 02, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A explosão de um carro-bomba atingiu a sede da prefeitura de Argelia, cidade que fica no departamento de Cuaca, na Colômbia, na noite de domingo, a um mês das eleições presidenciais de 29 de maio.

Um vigilante "ficou levemente ferido e o edifício foi danificado", tuitou Jhonnatan Patiño, prefeito da cidade de cerca de 26.000 habitantes.

Fotografias e vídeos divulgados pela imprensa mostram o automóvel incendiado em frente ao prédio de cinco andares, que assim como outras construções vizinhas, teve vidros quebrados e paredes destruídas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O presidente, Iván Duque, garantiu na mesma rede social que as autoridades buscam os responsáveis pelo ataque.

O departamento de Cauca é palco de uma disputa sangrenta entre guerrilhas e grupos armados do tráfico de drogas pelo controle do território, onde folhas de coca são amplamente cultivadas.

Segundo o secretário de governo local, Luis Angulo, a região de Cañón del Micay, onde fica Argelia, concentra 50% (cerca de 8.000 hectares) dos cultivos de drogas do departamento.

Ele afirmou ainda que os civis estão sob o "fogo cruzado" entre rebeldes dissidentes do acordo que desarmou as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em 2017 e guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional(ELN).

"Há um crescimento permanente da presença de dissidentes das Farc e da disputa pelo controle territorial", disse Angulo à rádio W.

Em 29 de maio, os colombianos elegerão o sucessor de Duque, cujo mandato (2018-2022) registrou um recrudescimento da violência, após a dissolução das Farc.

O ex-guerrilheiro e senador Gustavo Petro aparece como favorito na corrida presidencial marcada pela polarização entre a esquerda, que lidera as pesquisas, e a direita, historicamente no poder.

das/jss/yow/jc

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar