Participamos do

Opositores das regras anticovid são presos na Alemanha por 'preparar ataques'

09:52 | Abr. 14, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A justiça alemã anunciou nesta quinta-feira (14) a prisão de quatro membros de uma rede de extrema-direita que se opõe às regras anticovid, os quais estariam planejando "ataques violentos" na Alemanha e sequestros de "personalidades".

O ministro da Saúde, o social-democrata Karl Lauterbach, fazia parte de seus alvos, disseram fontes do governo à AFP.

A rede, que se autodenominava "Patriotas Unidos", visava a destruição do "sistema democrático alemão", informou a polícia e o Ministério Público da região da Renânia-Palatinado (sudoeste).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os suspeitos também planejaram atacar a rede elétrica e causar "apagões significativos em todo o território", o que teria criado, segundo eles, as bases para uma "guerra civil".

As autoridades investigam esse grupo desde outubro de 2021.

Durante a operação de quarta-feira, apreenderam armas de fogo, munições, barras de ouro e moedas de prata e dinheiro no valor de 10.000 euros. Também encontraram documentos detalhando os planos do grupo e certificados falsos de vacinação contra o coronavírus.

Os detidos têm entre 41 e 55 anos.

As operações policiais contra esses setores radicais que se opõem às restrições sanitárias aumentaram na Alemanha, onde a violência da extrema-direita é considerada o principal risco à ordem pública, à frente das ameaças jihadistas.

bur-ilp/smk/pz/bl/me/zm/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1