Participamos do

Canadá enviará militares à Polônia para ajudar na crise de refugiados ucranianos

15:17 | Abr. 14, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O Canadá anunciou nesta quinta-feira (14) o envio de 100 soldados para ajudar os refugiados ucranianos na Polônia, país vizinho que recebeu mais de 2,3 milhões de pessoas que fugiram da invasão russa de braços abertos.

"Para ajudar a enfrentar a crise na fronteira polaco-ucraniana, hoje anuncio o envio de 100 membros das Forças Armadas do Canadá (FAC), que podem ser aumentados para até 150 membros", disse a ministra da Defesa, Anita Anand.

Eles "ajudarão a Polônia em seus esforços para apoiar os ucranianos que fogem da violência", disse ela, durante uma visita à base militar de Trenton, em Ontário.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Alguns deles colaborarão nos próximos meses com a iniciativa humanitária coordenada pela Polônia, e outros ajudarão os refugiados ucranianos a se estabelecerem no Canadá.

O Canadá estabeleceu em meados de março um programa especial de imigração destinado a oferecer três anos de residência temporária aos ucranianos que fogem da guerra.

Na semana passada, o governo canadense incluiu em seu orçamento um reforço de ajuda direta à Ucrânia de 1 bilhão de dólares canadenses (800 milhões de dólares, 735 milhões de euros) em empréstimos através do FMI e uma nova remessa de 500 milhões de dólares canadenses em ajuda militar.

ast/dax/rsr/dem/gf/jc

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1