Participamos do

Justiça italiana pede 1 ano de suspensão para presidente da Juventus

15:12 | Abr. 12, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A justiça desportiva da Itália pediu nesta terça-feira um ano de suspensão para o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, e de 11 meses para o presidente do Napoli, Aurelio De laurentiis, por supostas fraudes contábeis em transferências de jogadores.

Ao todo, 11 clubes - entre eles cinco da Serie A - são acusados de ter "contabilizado ganhos de capital e direitos de transferência por valores superiores aos autorizados", segundo a Federação Italiana de Futebol (FIGC).

Além de Juventus e Napoli, os outros clubes da elite na lista são Sampdoria, Genoa e Empoli.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Este processo também afeta dois clubes da Serie B (Parma e Pisa), dois da Lega Pro (terceira divisão, Pescara e Pro Vercelli) e dois que já não existem mais (Novara e Chievo Verona).

Os clubes correm risco de serem multados. Já para os dirigentes e representantes levados à justiça, a sanção máxima é a suspensão.

Na abertura do processo, o procurador pediu a suspensão de vários cartolas da Juventus, a princípio pelo superfaturamento em transferência nas últimas temporadas, e uma multa de 800 mil euros para o clube.

Além deste processo, a 'Juve' é desde novembro o centro de uma investigação da justiça italiana sobre superfaturamentos realizados entre 2019 e 2021, com suspeita de ter passado informações falsas a investidores e de ter apresentado faturas por transações inexistentes, segundo a promotoria de Turim.

Para o presidente do Nápoli, Aurelio De Laurentiis, o procurador da FIGC pediu 11 meses e cinco dias de suspensão.

O clube napolitano, contra o qual foi pedida uma multa de 392 mil euros, é julgado pela transferência do nigeriano Victor Osimhen, procedente do Lille em 2020, segundo a imprensa italiana.

Em paralelo à compra de Osimehn, por uma valor de 70 milhões de euros, o Napoli abateu o montante vendendo ao clube francês quatro jogadores por 20 milhões de euros no total. Esta soma é considerada pela imprensa como amplamente superfaturada, já que três desses jogadores nunca jogaram no Lille e agora estão na terceira divisão do futebol italiano.

alu/gf/psr/mcd/cb

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1