Participamos do

Société Générale deixará Rússia após venda de operações no país

12:32 | Abr. 11, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Société Générale anunciou nesta segunda-feira, 11, que deixará de operar na Rússia, após a venda de suas participações no Rosbank e subsidárias de seguros para a Interros Capital, que pertence ao oligarca e ex-vice-primeiro-ministro russo Vladimir Potanin. A instituição não informou os valores do negócio, mas disse que espera ter um impacto de até 3,1 bilhões de euros em seus resultados. O braço russo representa menos de 3% dos lucros de 2021 do grupo, que reforçou compromisso com a distribuição de dividendos e a recompra de ações. O acordo ainda precisa ser aprovado por reguladores antitruste. A companhia é a mais recente de uma lista de empresas que deixaram a Rússia desde que o país invadiu a Ucrânia, no final de fevereiro. Com informações da Dow Jones Newswires.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar