Participamos do

EUA anunciam teste com míssil hipersônico

16:08 | Abr. 05, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O exército americano anunciou nesta terça-feira (5) um novo teste com um míssil hipersônico, enquanto os funcionários do Pentágono tentam igualar ou se antecipar aos avanços da China e da Rússia nesta tecnologia de vanguarda de armamento estratégico.

A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) afirmou ter concluído recentemente um teste de voo livre de um míssil hipersônico lançado de um avião que manteve uma velocidade superior a Mach 5 ou cinco vezes a velocidade do som (ao menos 6.100 km/h).

O míssil voou a uma altitude superior a 19.800 metros e acima das 300 milhas náuticas, disse DARPA, organização de pesquisa de alta tecnologia do Pentágono.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Este foi o segundo teste dentro do Programa HAWC da agência - conceito de arma hipersônica de respiração aérea, na sigla em inglês - e o míssil apresentou uma configuração diferente da primeira, testada em setembro passado.

Segundo a CNN, o último teste ocorreu em meados de março, mas foi mantido em sigilo para evitar que parecesse uma escalada das tensões geopolíticas em torno da invasão da Ucrânia.

Em março de 2020, o exército e a marinha americanos fizeram um teste conjunto de outro protótipo hipersônico.

A DARPA informou que os mísseis hipersônicos de respiração aérea usam ar capturado da atmosfera para ajudar a manter a propulsão.

"Este teste de voo do HAWC da Lockheed Martin foi uma demonstração bem sucedida de um segundo desenho que permitirá a nossos combatentes selecionar de forma competitiva as capacidades adequadas para dominar o campo de batalha", disse Andrew Knoedler, encarregado do programa HAWC, em um comunicado.

Os mísseis hipersônicos supõem uma ameaça potencial para o equilíbrio militar mundial, já que podem ser dirigidos para lançar armas nucleares com precisão sobre o objetivo, a velocidades muito rápidas para ser interceptadas.

O Pentágono está sob pressão para igualar o aparente sucesso de um teste chinês com um míssil hipersônico no ano passado, que deu a volta ao mundo e alcançou um alvo na China.

A Rússia também afirmou há duas semanas ter disparado dois mísseis hipersônicos em ataques contra a Ucrânia.

pmh/caw/dem/cjc/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar