Participamos do

Comunicado do Business Wire :Wits Donald Gordon Medical Centre

21:48 | Abr. 05, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O Wits University Donald Gordon Medical Centre anunciou hoje os resultados de um inovador estudo indicando pela primeira vez que a tecnologia de descontaminação do quarto por ultravioleta (UV) combinada com protocolos de limpeza manual reduziram a transmissão de Enterobacterales resistentes a carbapenêmicos (Cabapenem-resistant Enterobacterales, CRE) em 23% em um ambiente hospitalar. Os resultados do estudo foram publicados na edição de março de 2022 do TheJournal of Hospital Infection.

A equipe de pesquisadores do Wits Donald Gordon Medical Centre (WDGMC), o primeiro hospital universitário particular na África do Sul, demonstrou a redução na transmissão de CRE após um estudo de 26 meses e o uso contínuo de um dispositivo de descontaminação do quarto por UV (UVDI-360 Room Sanitizer, fornecido pela fabricante americana UVDI e o eHealthGroup Infection Control) como um adjunto à limpeza padrão, incluindo o uso de alvejante e desinfetantes de amônio quaternário, no hospital de 210 leitos. A intervenção incluiu ampla descontaminação do quarto por UV em cinco unidades para pacientes de alto risco (incluindo salas de terapia intensiva, oncologia, transplante e cirurgia gastrointestinal) durante um período de 12 meses após uma linha de base de 12 meses e dois meses de período de lavagem.

"O estudo da nossa equipe indicou que a higiene ambiental melhorada utilizando tecnologia de descontaminação do quarto por UV no hospital pode ajudar a prevenir a transmissão de Enterobacterales resistentes a carbapenêmicos, um grupo especialmente desafiador de organismos resistente a múltiplos medicamentos", declarou o Dr. Warren Lowman, investigador chefe, microbiologista clínico e especialista em prevenção e controle de infecções do Wits Donald Gordon Medical Centre.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O equipamento de descontaminação por UV foi implementado em três cenários de uso: limpeza final após alta do paciente, limpeza final após transferência do paciente e, em um tratamento inédito, em quartos ocupados onde o paciente tinha uma infecção causada por micro-organismos resistentes a múltiplos antimicrobianos (multidrug-resistant organisms, MDRO) e foi transferido durante o uso do equipamento. Em cada cenário, o equipamento UV foi operado em ciclos de tratamento de cinco minutos, com o número de ciclos variando de acordo com a configuração e tamanho do quarto.

O CRE é um grupo mais amplo de micro-organismos que demonstra resistência a pelo menos um dos antibióticos carbapenêmicos.1 Estudos de monitoramento publicados recentemente na África do Sul indicaram uma taxa bruta de mortalidade de quase 40%.2

"Esta pesquisa destaca o compromisso firme do WDGMC com a segurança dos pacientes e da equipe através do uso de inovadores protocolos de prevenção a infecções", disse a Dra. Sue Tager, diretora executiva do Wits Donald Gordon Medical Centre. "Na constante batalha para prevenir a transmissão de superbactérias, tanto na África quanto fora dela, estes resultados dão esperança e prova concreta de que existem soluções eficazes".

Sobre o Wits Donald Gordon Medical Centre

O Wits Donald Gordon Medical Centre (WDGMC) é o primeiro e único hospital universitário particular na África do Sul. Ele foi fundado em 2002 quando a Universidade de Witwatersrand (Wits University) comprou o Kenridge Hospital com uma doação da Fundação Donald Gordon. A instituição foi então rebatizada para Wits Donald Gordon Medical Centre. As principais especialidades da instalação de 210 leitos são transplantes, oncologia (pediátrica e adulta), gastrenterologia (médica e cirúrgica), geriatria, oftalmologia radiologia interventiva, nariz ouvido e garganta, urologia, nefrologia, cardiologia, saúde da mulher e ortopedia.

___________

1https://www.cdc.gov/hai/organisms/cre/technical-info.html 2 Perovic O, Ismail H, Quan V, Bamford C, Nana T, Chibabhai V, Bhola P, Ramjathan P, Swe Swe-Han K, Wadula J, Whitelaw A, Smith M, Mbelle N, Singh-Moodley A; for GERMS-SA. Carbapenem-resistant Enterobacteriaceae in patients with bacteraemia at tertiary hospitals in South Africa, 2015 to 2018. Eur J Clin Microbiol Infect Dis. 2020 Jul;39(7):1287-1294. doi: 10.1007/s10096-020-03845-4. Epub 2020 Mar 2. PMID: 32124106.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20220404005999/pt/

Contato

África do Sul: Laurence Sack eHealthGroup Infection Control +27 76 345 9382 | laurenced@ehealthgroup.co.za

Resto do mundo: Sue Hetzel HetzelMeade Communications +1 760.473.4729 | Sue@hetzelmeade.com

© 2022 Business Wire, Inc. Aviso: Este documento não é de autoria da AFP e a AFP não pode se responsabilizar por seu conteúdo. Para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo, por favor, contate as pessoas/empresas indicadas neste comunicado de imprensa.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar