Participamos do

Papa Francisco pede pela abolição das guerras antes que elas acabem com a humanidade

Supremo pontífice fez um apelo pelo fim da guerra entre Rússia e Ucrânia durante sua bênção dominical, alertando sobre um possível conflito nuclear
19:04 | Mar. 27, 2022
Autor Nadine Lima
Foto do autor
Nadine Lima Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Neste domingo, 27, o Papa Francisco fez um discurso pelo fim da guerra na Ucrânia, alertando que a humanidade corre o risco de desaparecer. "Mais de um mês se passou desde a invasão da Ucrânia, desde o início desta guerra cruel e sem sentido que, como toda guerra, é uma derrota para todo mundo, para todos nós", disse Papa Francisco durante sua bênção dominical na Praça São Pedro.

"Temos que repudiar a guerra, um lugar de morte onde pais e mães enterram seus filhos, onde homens matam seus irmãos sem sequer vê-los, onde os poderosos decidem e os pobres morrem", acrescentou o Papa, destacando ainda que metade das crianças da Ucrânia tiveram que fugir do país.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Se sairmos disto [guerra] da mesma forma como entramos, todos nós seremos, de alguma maneira, culpados. Diante do perigo da autodestruição, a humanidade precisa entender que chegou a hora de abolir a guerra, de cancelá-la da história do homem antes que ela cancele o homem da história", finalizou Papa Francisco. 

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro, o papa Francisco tem sido voz ativa e falado diversas vezes sobre um possível conflito nuclear, além de seus apelos constantes pelo fim da guerra. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar