Participamos do

Baterista do Foo Fighters, Taylor Hawkins, morre aos 50 anos

10:10 | Mar. 26, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O baterista do grupo de rock Foo Fighters, Taylor Hawkins, morreu aos 50 anos - anunciaram seus companheiros de banda, ganhadora de vários prêmios Grammy, em um comunicado divulgado na sexta-feira (25).

Membro de uma das bandas de rock alternativo mais influentes e aclamadas pela crítica no mundo, Hawkins era conhecido por seu carisma no palco e por seus ritmos inspirados no rock clássico de lendas como Phil Collins e Roger Taylor, do Queen.

Hawkins fazia parte do Foo Fighters desde 1997, quando foi contratado pelo vocalista e ex-baterista do Nirvana Dave Grohl, contribuindo com a percussão em alguns dos maiores sucessos do grupo, como "Learn to Fly" e "Best of You".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"A família Foo Fighters está arrasada pela trágica e prematura perda do nosso querido Taylor Hawkins", declarou a banda em um comunicado no Twitter.

"Seu espírito musical e seu riso contagiante viverão conosco para sempre", acrescentou a nota.

O comunicado não especificou a causa da morte de Hawkins. Uma fonte da Promotoria colombiana disse à AFP que o corpo de Hawkins foi encontrado em um hotel no leste de Bogotá.

A notícia foi divulgada no mesmo dia em que a banda deveria tocar no Festival Estéreo Picnic em Bogotá, na Colômbia. Em uma nota, a organização do festival informou que o show da banda está cancelado.

Antes de se juntar ao Foo Fighters, Taylor tocou bateria para a cantora indie canadense Alanis Morissette.

Em entrevista à estação de rádio 95.5 KLOS no ano passado, Grohl descreveu seu primeiro encontro com Hawkins e contou como convenceu-o a se juntar à banda.

"Disse a ele 'cara, você é meu gêmeo, ou meu espírito animal, ou meu melhor amigo!', nos primeiros dez segundos em que eu o conheci", afirmou.

"E é claro que eu já o tinha visto tocar bateria e achei que ele era um baterista incrível", acrescentou.

"Quando eu liguei para ele e disse: 'Ei, estou procurando um baterista', ele disse: 'Você sabe que eu sou seu tipo'. Acho que teve mais a ver com nossa relação pessoal do que com algo musical", completou.

O Foo Fighters comemorou seu 25º aniversário no ano passado, em uma turnê que havia sido adiada pela pandemia da covid-19. E, mais recentemente, a banda produziu "Studio 666", um filme de terror rock'n'roll.

Homenagens do mundo da música não demoraram a surgir.

O lendário Ozzy Osbourne aclamou-o como "uma grande pessoa e um músico incrível", enquanto o astro punk Billy Idol descreveu a notícia como "trágica".

O guitarrista do Rage Against the Machine, Tom Morello, elogiou seu "incansável poder do rock".

"Em total incredulidade com a notícia de Taylor Hawkins", disseram os roqueiros do Nickelback em um comunicado no Twitter.

"Nossas mais profundas condolências à sua família, a seus companheiros de banda, a seus amigos e a todos que já foram tocados pela música que ele criou com @foofighters, @Alanis e tantos outros", completa a nota.

das-oho/dl/dbh/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar