Participamos do

Schwarzenegger apela a russos contra guerra na Ucrânia

00:01 | Mar. 24, 2022
Autor DW
Tipo Notícia

Em mensagem de vídeo, ex-político e ator austro-americano procura sensibilizar povo da Rússia contra guerra "ilegal", "baseada em mentiras". "Putin, o senhor começou, está comandando esta guerra. Pode pará-la agora."Num emocionado vídeo de nove minutos, o ícone cinematográfico e ex-político Arnold Schwarzenegger fez um apelo ao povo russo contra a invasão da Ucrânia: "Esta é uma guerra ilegal. Nossas vidas, nossos membros, nossos futuros estão sendo sacrificados por uma guerra sem sentido, condenada pelo mundo inteiro." Reafirmando seu "afeto e respeito pelo povo da Rússia" – entre o qual ele é muito popular por sua longa associação com o país – ele alertou que estão sendo enganados, pois "há coisas no mundo que foram escondidas de vocês, coisas terríveis de que vocês deviam saber". O apelo foi postado com legendas em russo nesta quinta-feira (17/03), no YouTube, Twitter e Instagram – atualmente bloqueados na Rússia –, mas também no aplicativo de mensagens instantâneas Telegram, que ainda pode ser acessado. No Twitter, Schwarzenegger acompanhou da mensagem: "Eu amo o povo russo. É por isso que quero lhe contar a verdade. Por favor, assista e partilhe." Filho de soldado nazista O ex-Mr. Universo contou como, ainda jovem fisiculturista, foi inspirado pelo campeão mundial de halterofilismo Yury Petrovich Vlasov, que encontrou em Viena aos 14 anos de idade: "Eu fui para casa e coloquei a foto dele acima da minha cama. Ela me inspirou quando eu comecei a levantar pesos, mas meu pai ficou zangado: ele não gostava dos russos por causa da sua experiência na Segunda Guerra Mundial." O pai de Schwarzenegger lutara com o exército nazista contra os soviéticos no fracassado sítio de Leningrado (atual São Petersburgo) e acreditava na propaganda antirrussa, embora os alemães tenham provocado "danos maldosos contra aquela grande cidade e seu corajoso povo", prosseguiu o ator. No entanto, não acatou a ordem paterna para tirar a foto de Petrovich da parede, pois, para o adolescente, "não importava que bandeira ele carregasse". Lembrando que seu pai estava "quebrado, física e mentalmente" ao retornar da batalha de Leningrado, ele advertiu os soldados russos atualmente na Ucrânia que estão lutando por uma mentira: segundo seu presidente, Vladimir Putin, a meta seria "desnazificar" um país, cujo chefe de Estado, Volodimir Zelenski, na verdade é judeu e teve três tios assassinados no Holocausto. Enquanto o vídeo mostra ruas em escombros e o bombardeio de civis na Ucrânia, Schwarzenegger insta o povo russo a "divulgar a verdade", para que seus concidadãos "saibam da catástrofe humana que está acontecendo na Ucrânia". "Vocês são o verdadeiro coração da Rússia" O ator austro-americano, que é um dos apenas 22 seguidores da conta oficial de Putin no Twitter, também apelou ao chefe do Kremlin: "O senhor começou esta guerra. O senhor está comandando esta guerra. O senhor pode parar esta guerra agora." Ele também fez um menção especial aos russos que enfrentam brutalidade policial e prisões para protestar contra a invasão ordenada por Moscou: "O mundo está vendo sua valentia. Vocês são meus novos heróis. Vocês têm a força de Yury Petrovich Vlasov. Vocês são o verdadeiro coração da Rússia." Indagado pelo jornal New York Times sobre a motivação da postagem, o porta-voz do ex-governador da Califórnia, Daniel Ketchel, afirmou que "isso veio do coração de Arnold, não do governo". Numa mensagem igualmente dirigida aos cidadãos russos, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, se referiu à postagem do ator que encarnou o "Exterminador do Futuro": "Como explica @Schwarzenegger, nós não culpamos o povo da Rússia, e precisamos que saibam o que seu governo está escondendo de vocês." Autor: Stuart Braun

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar