Participamos do

Equipes de resgate usam drones para procurar sobreviventes de acidente de avião na China

06:31 | Mar. 24, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Equipes de resgate intensificaram nesta quinta-feira (24), com o uso de drones e câmeras térmicas, a busca por sobreviventes e a segunda caixa-preta do Boeing 737-800 que caiu na segunda-feira com 132 pessoas a bordo em uma área montanhosa do sul da China.

O avião da China Eastern Airlines, o voo MU5735, caiu em uma montanha de Wuzhou, quando viajava entre Kunming (sudoeste) e Cantão (sul).

Quatro dias após a tragédia, nenhum sobrevivente foi encontrado. Uma caixa-preta, a que registra as conversas na cabine do piloto, foi recuperada na quarta-feira e enviada a Pequim para análise.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Nosso principal objetivo é procurar vítimas e salvar vidas. Para isto, nós estamos utilizando câmeras térmicas e detectores de vida para as buscas em superfície (...) complementadas com buscas manuais e aéreas com drones", declarou Huang Shangwu, comandante dos bombeiros da região.

Sob forte chuva, bombeiros, soldados, médicos, funcionários da aviação civil e voluntários prosseguiram nesta quinta-feira coma as operações em terreno íngreme e coberto de lama.

As equipes de resgate também procuram a segunda caixa-preta, que contém da dos do voo como velocidade, altitude e rumo, o que pode ajudar a determinar a causa da tragédia: o avião caiu milhares de metros em poucos minutos.

A possível confirmação das mortes de todos os 123 passageiros e nove integrantes da tripulação transformaria este no pior acidente de avião desde 1994 na China, onde a segurança aérea é considerada muito boa por especialistas.

lxc-mjw-ehl/bar/pz/mis/mar/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar