Participamos do

Von der Leyen: junto ao G7, vamos aumentar pressão contra Rússia com sanções

19:26 | Mar. 23, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou nesta quarta-feira, 23, que as sanções aplicadas até o momento contra a Rússia tiveram impacto na economia do país, e que, no âmbito do G7, os integrantes irão aumentar a pressão contra Moscou com mais restrições.

As declarações vieram após encontro com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e a alemã disse ainda que haverá coordenação no grupo de economias desenvolvidas para que não haja evasão das sanções. Outro ponto destacado por von der Leyen foi a cibersegurança, e a dirigente apontou que o G7 deverá ajudar ainda a Ucrânia e Moldova neste âmbito.

Na visão da presidente, a dependência energética da União Europeia junto à Rússia "nos coloca em perigo". "Vamos diversificar nossas fontes de energia para além do gás russo", afirmou. Os caminhos para isso são energias renováveis e parceiros confiáveis, como Canadá, apontou a dirigente.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Trudeau afirmou que o Canadá "será parceiro por menor dependência de hidrocarbonetos". Além disso, o primeiro-ministro disse que a Rússia "deve parar crimes de guerra". "Continuaremos a apoiar Ucrânia", concluiu.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar