Participamos do

Rússia restringe acesso ao News.Google (agências)

17:11 | Mar. 23, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O regulador de mídia da Rússia (Roskomnadzor) restringiu o acesso ao serviço on-line News.Google, acusado de dar acesso a informações falsas sobre a ofensiva na Ucrânia, informaram agências de notícias russas nesta quarta-feira.

A decisão foi tomada a pedido da Prouradoria-Geral da Rússia, segundo um comunicado do Roskomnadzor, citado pelas agências. O serviço de notícias on-line "assegurava o acesso a muitas publicações e materiais que contêm informações falsas sobre o desenvolvimento da operação militar especial no território ucraniano", justifica o comunicado.

Desde o início da intervenção russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o poder russo reforçou o controle sobre as informações divulgadas na Internet, um dos últimos espaços de livre expressão no país. O acesso a muitos veículos russos e estrangeiros, como a BBC, foi proibido, e as redes sociais americanas Facebook e Instagram foram declaradas "extremistas" por um tribunal de Moscou. O acesso ao Twitter também foi restringido.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na semana passada, o Roskomnadzor acusou a gigante americana Google e seu serviço de vídeo YouTube de "atividades terroristas", primeiro passo para um possível bloqueio.

bur/fjb/eg/mb/lb

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar