Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Cerca de 7.000 cientistas russos se opõem à invasão da Ucrânia

16:50 | Mar. 03, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Quase 7.000 cientistas, matemáticos e acadêmicos russos enviaram nesta quinta-feira(3) uma carta aberta ao presidente Vladimir Putin para protestar "energicamente" contra a guerra na Ucrânia.

"Nós, cientistas e jornalistas científicos que trabalham na Rússia, protestamos energicamente contra a invasão militar da Ucrânia lançada pelo exército russo" há uma semana, escreveram em uma carta publicada pelo site de notícias trv-science.ru.

Os mais de 6.900 signatários da carta enfrentam multas ou penas de prisão sob a legislação aprovada há alguns anos, que permite que as autoridades russas processem qualquer cidadão que critique o governo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Esta semana, o parlamento russo iniciou discussões sobre um projeto de lei que deve endurecer as sanções contra aqueles que se opõem à guerra na Ucrânia.

"Os valores humanísticos são a base sobre a qual a ciência é construída. Os muitos anos dedicados a consolidar a reputação da Rússia como um importante centro matemático foram completamente frustrados pela agressão militar sem precedentes realizada por nosso país", lamentam os cientistas.

O Congresso Internacional de Matemáticos, a "conferência de matemática mais prestigiosa do mundo", que aconteceria na Rússia em julho, foi cancelado, denunciam.

Em sua opinião, o objetivo de se tornar uma grande nação científica "não pode ser alcançado quando as vidas de nossos colegas mais próximos - cientistas ucranianos - estão em perigo pelo exército russo".

"Estamos convencidos de que nenhum interesse geopolítico pode justificar as mortes e o banho de sangue. A guerra só levará à perda total do nosso país, pelo qual trabalhamos", acrescentaram.

dl-all-juc/bfa/sp/sag/mb/jc/ic

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar