Participamos do

Rússia diz que separatistas ucranianos pediram 'ajuda' contra Kiev

19:12 | Fev. 23, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O governo russo afirmou nesta quarta-feira (23) que líderes de regiões separatistas no leste da Ucrânia pediram "ajuda" ao presidente Vladimir Putin para "combater a agressão" dos militares ucranianos.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse que as repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk "pedem ajuda ao presidente da Rússia para combater a agressão das forças armadas ucranianas".

A declaração foi divulgada por agências de notícias estatais russas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Países ocidentais acusam Moscou de preparar uma ofensiva militar contra seu vizinho, depois que a Rússia posicionou cerca de 150.000 soldados na fronteira.

Peskov disse que Putin recebeu uma carta dos chefes das autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk, que ele reconheceu como independentes nesta semana.

"As ações do regime de Kiev testemunham a falta de vontade de acabar com a guerra em Donbass", disse Peskov citando a carta.

Também acrescentou que os líderes das repúblicas separatistas solicitaram a ajuda de Putin "com base" nos tratados de amizade que assinaram com Moscou nesta semana.

Esses acordos abrem as portas para a presença do exército russo em seu território.

oc/gw/sag/js/gm/ap/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags