Participamos do

Milhares de iranianos celebram aniversário da Revolução Islâmica

08:41 | Fev. 11, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Milhares de iranianos comemoraram em Teerã, nesta sexta-feira (11), o 43º aniversário da Revolução Islâmica, desfilando de carro, bicicleta, ou moto, devido às restrições pela pandemia da covid-19.

Assim como aconteceu em 2021, a televisão anunciou a proibição de marchar a pé para evitar o risco de contágio, pedindo que se comemorasse o aniversário da revolta que derrubou o xá em 1979 dessa maneira alternativa.

Os manifestantes convergiram para a icônica Praça Azadi, alguns deles com os veículos pintados nas cores da bandeira nacional - vermelha, branca e verde - e cantando palavras de ordem anti-Estados Unidos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Várias bandeiras americanas foram queimadas no protesto, aos gritos de "Não nos renderemos", observou um fotógrafo da AFP.

A televisão estatal transmitiu imagens de marchas similares em outras grandes cidades, como Shiraz, Isfahan, Tabriz e Mashhad.

Essas celebrações marcam o dia do retorno do exílio do aiatolá Khomeini, que derrubou a monarquia de Pahlevi.

As manifestações a pé estão proibidas, em função da situação epidemiológica no Irã, um país de 85 milhões de habitantes, com 6,7 milhões de casos de covid-19 registrados.

pdm/sk/vl/an/es/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags