Participamos do

França recebe cúpula internacional para proteger oceanos

09:11 | Fev. 11, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Cerca de trinta chefes de Estado e de governo, entre eles o colombiano Iván Duque, se reúnem nesta sexta-feira (11) em Brest, França, em uma cúpula para proteger mais os oceanos, essenciais para a regulação do clima e ricos em biodiversidade, mas afetados pelas atividades humanas.

No dia seguinte ao seu anúncio de reativação da energia nuclear, o presidente francês Emmanuel Macron receberá seus homólogos, representantes da ONU, da União Europeia, ONGs e responsáveis pelos gigantes europeus do transporte de contêineres, durante uma reunião prevista para durar quatro horas.

Entre os que viajarão à cidade portuária de Brest (noroeste) estão o presidente da Colômbia, Iván Duque, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o emissário dos EUA para o clima, John Kerry.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Também estarão presentes o presidente egípcio Abdel Fattah Al Sissi, cujo país organizará a COP27 sobre o clima em novembro, e o presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, que receberá uma cúpula da ONU sobre os oceanos em Lisboa no final de junho.

Outros líderes participarão por videoconferência ou mensagem de vídeo, entre eles o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, o vice-presidente chinês Wang Qishan, o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida e o primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

O encontro faz parte da cúpula "One Ocean Summit", uma reunião que começou na quarta-feira e termina hoje no marco da presidência francesa da União Europeia.

A cúpula oferece "o impulso necessário para iniciar um ano de 2022 decisivo para deter a degradação dos nossos mares, de todos os nossos mares, ou seja, de quase três quartos da superfície do nosso planeta", disse Macron na apresentação da reunião.

Com este encontro, a França espera que se iniciem negociações para concluir um tratado internacional de luta contra a poluição por plástico.

Também espera que se alcance um impulso político para desenvolver áreas marinhas protegidas e a conclusão das discussões sobre um tratado internacional em alto mar ou a ratificação de um tratado para reforçar a segurança dos navios de pesca.

Uma série de encontros internacionais deve acontecer até o final do ano para reforçar a proteção dos oceanos.

Em uma reunião da ONU no final de fevereiro, será abordada a questão de um acordo internacional sobre os plásticos. Em março, também começarão negociações nas Nações Unidas sobre um tratado em alto mar. E finalmente, acontecerão as COP de biodiversidade e clima e a conferência de Lisboa.

sf-laf/so/abd/sag/es/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags