Participamos do

'Difícil' negociação europeia a quatro partes sobre Ucrânia recomeça em março

07:36 | Fev. 11, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Os representantes de Alemanha, Rússia, Ucrânia e França concordaram em voltar a se reunir em março para tratar da crise ucraniana, após um primeiro encontro com discussões "difíceis" - anunciou o governo alemão nesta sexta-feira (11).

Seus delegados se reuniram ontem, em Berlim, por cerca de nove horas e meia.

Desde 2014, estes quatro países formam um grupo de diálogo conhecido como o formato da "Normandia", dedicado ao processo de paz no leste da Ucrânia.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Estas discussões foram difíceis e permitiram destacar as diferentes posições e as diferentes opções para uma solução", disseram fontes da diplomacia de Alemanha e França.

Este encontro aconteceu em meio às crescentes tensões com a Rússia, acusada por países ocidentais de instalar tropas na fronteira com a Ucrânia, visando a uma nova operação contra o país vizinho.

A Rússia nega essas acusações e garante que está apenas buscando garantias para sua segurança e para impedir que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) continue se expandindo em direção às suas fronteiras.

Esse formato de mediação entre Rússia e Ucrânia administrado por Alemanha e França levou aos acordos de Minsk de 2015. Kiev e Moscou se acusam mutuamente de violar o pacto.

Após uma pausa de vários meses, o diálogo entre estes países foi relançado em Paris no final de janeiro, no âmbito dos esforços diplomáticos para conseguir uma desescalada da crise na Ucrânia.

Os quatro países vão-se reunir em março, após um encontro entre Rússia, Ucrânia e a Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), instância conhecida como Grupo de Contato Trilateral.

at/smk/at/an/mar/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags