Participamos do

Opositores presos na Nicarágua apresentam problemas de saúde, denunciam parentes

19:53 | Jan. 24, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Perda de peso extrema, desmaios, depressão, ansiedade e perda de dentes são alguns dos problemas de saúde apresentados por mais de 40 opositores nicaraguenses detidos há meses em uma prisão de Manágua, denunciaram parentes nesta segunda-feira.

Os adversários sofrem uma crescente "deterioração física e psicológica (...) devido a uma alimentação desequilibrada, à falta de acesso regular à luz solar e, sobretudo, ao isolamento", apontaram os familiares em comunicado, depois que autoridades permitiram que eles visitassem os detentos na prisão da Direção de Assistência Judicial da polícia de Manágua (DAJ).

Autoridades não se pronunciaram sobre a denúncia. Os opositores foram presos no ano passado, no contexto do processo eleitoral, sob a acusação de conspiração contra o Estado e outros crimes apresentados pelo Ministério Público.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em discursos públicos, o presidente Daniel Ortega afirmou que os opositores presos são "criminosos" que planejavam um golpe de Estado com o apoio dos Estados Unidos. "Eles são inocentes", rebateram os parentes dos detentos.

Entre os presos estão sete ex-candidatos opositores à presidência, dos quais dois estão em prisão domiciliar. Os detidos na DAJ fazem parte dos 170 opositores presos nos últimos três anos por discordância com o governo.

bm/jr/gm/lb

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags