Participamos do

Cuba julga 39 manifestantes por protesto de julho

19:28 | Jan. 24, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Trinta e nove participantes dos protestos do último 11 de julho em Cuba serão julgados nesta semana em Havana e em outras duas províncias pelos crimes de rebelião, sabotagem e atentado, informou o grupo Justiça 11J nesta segunda-feira.

Entre segunda e sexta-feira, serão julgados "39 manifestantes" que podem ser condenados a penas de entre seis e 26 anos de prisão pelos crimes", segundo uma lista publicada pelo grupo do Facebook Justiça 11J.

Do total de manifestantes, de 17 a 68 anos de idade, nove serão processados pelo Tribunal Popular de Jovellanos. Outros 21 serão julgados no Tribunal do Município de 10 de outubro, em Havana, e mais nove em tribunais dos municípios de Quivicán e San José de las Lajas, na província de Mayabeque.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com o Justiça 11J, até hoje "pelo menos 407" manifestantes foram julgados, incluindo 158 por rebelião e 40 por sabotagem.

Em Cuba, onde qualquer oposição é ilegal, o governo acusa os dissidentes de serem "mercenários" dos Estados Unidos.

rd/lp/gm/lb

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags