Participamos do

Dois oficiais israelenses morrem baleados 'por engano' em exercício militar na Cisjordânia

08:44 | Jan. 13, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Dois oficiais de uma unidade de comando do exército israelense morreram ao serem baleados "por engano" perto de uma base militar do Vale do Jordão na Cisjordânia ocupada, anunciou um comunicado militar nesta quinta-feira (13).

Os oficiais realizavam uma patrulha ao redor de sua base quando foram "mal identificados e mortos por engano por tiros israelenses", indicou o comunicado do exército.

"Imenso pesar ao anunciar a morte de dois oficiais da unidade Egoz", declarou o ministro israelense da Defesa, Benny Gantz, em nota, acrescentando que o exército "iniciou uma investigação aprofundada".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O primeiro-ministro israelense Naftali Bennet prometeu, em nota, que "tiraremos as conclusões correspondentes".

Segundo os primeiros relatos, os oficiais se direcionaram para a área de treinamento provavelmente para patrulhar.

Em determinado momento, viram um indivíduo que lhes pareceu suspeito e dispararam para cima.

Em resposta, um soldado da mesma unidade que, ao que parece, estava patrulhando perto do local, disparou em direção aos oficiais, os quais não identificou como militares, acreditando que estava sendo atacado e matando dois deles.

Na semana passada, dois pilotos israelenses morreram em um acidente de helicóptero, que devido a uma falha técnica caiu no mar, na costa de Haifa, norte de Israel.

dms/feb/zm/es/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags