Participamos do

Colômbia e EUA apreendem mais de 4 toneladas de cocaína perto das águas salvadorenhas

16:10 | Jan. 04, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Autoridades da Colômbia e dos Estados Unidos apreenderam perto de águas salvadorenhas mais de quatro toneladas de cocaína pertencentes a dissidentes das Farc que se afastaram do acordo de paz, informou a polícia nesta terça-feira (4).

A operação foi realizada "em coordenação com as autoridades marítimas dos Estados Unidos (...) durante uma perseguição realizada no mar contra dois barcos Low Profile Vessel-LPV, interceptados 406 e 430 milhas náuticas, respectivamente, ao sul de Punta Remedios, em vista de El Salvador", disse a polícia em um boletim.

As embarcações com os 4.156 quilos da droga zarparam do porto colombiano de Tumaco, no departamento de Nariño (sudoeste).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Sete pessoas foram capturadas, incluindo cinco colombianos e dois equatorianos, segundo a polícia.

"A droga pertenceria ao pseudônimo Allende, chefe da estrutura Alfonso Cano dos dissidentes das Farc" da Segunda Marquetália, facção marginalizada do acordo histórico assinado em 2016, acrescentou.

Segundo o think tank independente Indepaz, cerca de 2.000 homens estão sob o comando dessa liderança rebelde liderada por Iván Márquez, o ex-principal negociador de paz das Farc que voltou às armas em agosto de 2019.

A inteligência militar colombiana assegura que vários de seus líderes morreram em combates na Venezuela, em meio a uma batalha sangrenta com outras facções dissidentes pelo controle do narcotráfico.

As autoridades colombianas oferecem uma recompensa equivalente a US$ 245.000 por informações que permitam a captura de Allende.

Após cinco décadas de guerra antidrogas com milhares de mortes entre policiais, civis e traficantes de drogas, a Colômbia é o maior produtor mundial de cocaína e o maior cultivador de folha de coca, matéria-prima dessa droga, segundo a ONU.

Os Estados Unidos são o principal consumidor global de cocaína e um grande aliado do país sul-americano no combate ao narcotráfico.

lv/jss/cjc/ap/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags