Participamos do

Messi testa positivo para a covid

10:30 | Jan. 02, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O craque argentino do Paris Saint-Germain Lionel Messi está entre os quatro jogadores do elenco do PSG que testaram positivo para o coronavírus, anunciou o clube neste domingo (2), véspera de uma partida pela Copa da França em Vannes.

Messi, o lateral Juan Bernat, o goleiro Sergio Rico e o meio-campista Nathan Bitumazala (ambos reservas) "cumprem atualmente o isolamento e estão sujeitos ao protocolo de saúde adequado", informou o clube.

O atacante deu positivo na Argentina, onde passou uma semana de férias com sua família, em sua cidade natal, Rosário, onde deve permanecer até um novo teste negativo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Ele está em contato constante com nosso serviço médico. Quando o teste for negativo, ele poderá retornar à França", declarou o técnico do PSG, o também argentino Mauricio Pochettino, em entrevista coletiva.

O PSG não escapou da forte progressão da pandemia provocada pela variante ômicron, que na Inglaterra levou ao adiamento de vários jogos da Premier League.

Antes da partida em Lorient (1-1) no dia 22 de dezembro, última antes da paralisação de Natal, Thilo Kehrer e Colin Dagba tiveram resultado positivo.

Pochettino admitiu neste domingo que há dúvidas sobre a concentração a ser realizada no Catar e na Arábia Saudita, onde o PSG ficará de 16 a 19 de janeiro.

"Vivemos com o vírus há quase dois anos. Todo mundo sabe o que fazer para evitar a contaminação. Mas sempre é possível pegar, já que há coisas que não controlamos", afirmou o treinador.

No sábado, Bernat foi para o centro de treinamento do PSG, como a maioria de seus companheiros, onde testou positivo antes de participar do treino.

"É o risco com o qual vivemos, no mundo inteiro. No futebol o contato é inevitável, dividimos vestiário... O risco de contaminação está aí, mas tomamos todas as medidas necessárias para tentar evitar que um jogador contamine os outros", explicou o técnico argentino.

No dia 19 de dezembro, Messi não participou de uma partida da Copa da França com o PSG, cujo próximo jogo pela Ligue 1 está marcado para 9 de janeiro.

Messi permaneceu na Argentina para observar seu período de isolamento, informou o técnico do PSG, Mauricio Pochettino, em uma coletiva de imprensa.

Além disso, outro astro do clube, o brasileiro Neymar, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo no dia 28 de novembro durante uma vitória em Saint-Etienne pela Ligue 1, "continuará seu tratamento no Brasil até 9 de janeiro com membros da equipe médica" do clube, disse o PSG.

"Seu retorno aos treinos continua programado para acontecer em cerca de 3 semanas", acrescentou o clube. Sua ausência foi avaliada entre seis a oito semanas após a lesão.

ng/gf/mr

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags