Participamos do

As grandes datas da vida do arcebispo Desmond Tutu

08:55 | Jan. 01, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

As principais datas na vida de Desmond Tutu, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1984 e ícone sul-africano da luta contra o apartheid.

- 7 de outubro de 1931: Nascimento na cidade de Klerksdorp, ao oeste de Johannesburgo. Sua mãe era empregada doméstica e o pai diretor de escola primária.

- 1961: Professor do ensino médio, estuda Teologia. É ordenado sacerdote anglicano.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

- 1976: Nomeado bispo de Lesoto, um pequeno país sem saída para o mar, um enclave no meio da África do Sul.

- 1978: Designado o primeiro dirigente negro do Conselho Sul-Africano de Igrejas (SACC), que tem 15 milhões de fiéis ativos na luta contra o apartheid.

-1984: Vencedor do Nobel da Paz por sua luta não violenta contra o apartheid. No mesmo ano é nomeado bispo de Johannesburgo e defende o boicote econômico ao regime racista branco de Pretória.

- 1986: Nomeado arcebispo da Cidade do Cabo e primeiro líder negro da Igreja anglicana para toda a África austral, que tem dois milhões de fiéis.

- 1987: Participa nas campanhas contra a aids e defende o uso de preservativos.

- 1994: Utiliza a expressão "Nação Arco-Íris", amplamente repetida como referência à África do Sul.

- 1996: Dois anos depois do fim do apartheid, ele preside a Comissão da Verdade e Reconciliação (TRC) para esclarecer os crimes cometidos durante o regime.

- 1997: Diagnosticado com câncer de próstata.

- 2007: Preside a organização "The Elders", grupo de personalidades internacionais trabalham para solucionar conflitos no mundo.

- 2009: Expressa apoio ao Dalai Lama e ao Tibete.

- 2010: Aos 79 anos, anuncia a aposentadoria da vida pública.

- 2013: Tutu anuncia que não votará mais no partido ANC (Congresso Nacional Africano) e expressa decepção com a corrupção, o estado das escolas públicas, a pobreza persistente.

- 2016: Se posiciona a favor do direito ao suicídio assistido.

- 2021: Faz uma breve aparição pública ao ser vacinado contra a covid-19. De cadeira de rodas, sorri e acena, mas não fala com os jornalistas. É visto pela última vez durante uma cerimônia religiosa na Cidade do Cabo em seu aniversário de 90 anos, em outubro.

- Falece em 26 de dezembro.

- 2022: Em 1º de janeiro, os sul-africanos se despedem pela última vez do religioso.

bur/ger/fio/mis/an/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags