Participamos do

Antes tarde do que nunca: futebol feminino chega ao Borussia Dortmund

00:04 | Nov. 24, 2021
Autor DW
Tipo Notícia

Clube alemão finalmente abre espaço para mulheres, que estrearam com campanha impecável. Contando com a estrutura do futebol profissional masculino, aurinegras já mostraram que têm pressa em chegar à Bundesliga.Foi mesmo um dia histórico para o futebol feminino naquela tarde ensolarada de fim de verão. Afinal, dois clubes de longa história mandaram a campo pela primeira vez seus recém-formados times femininos. Borussia Dortmund e 1860 Munique finalmente se renderam às mulheres e implantaram um departamento de futebol exclusivamente dedicado a elas. Para comemorar esse feito, realizaram um amistoso – foi o primeiro jogo para ambas as equipes. No total, 1.300 torcedores e torcedoras acompanharam a partida no pequeno Estádio Rote Erde (Terra Vermelha) em Dortmund, e 8 mil pelo streaming com transmissão ao vivo. O jogo terminou com a vitória aurinegra por 3x1. Mas mais importante que o resultado foi a realização do próprio evento. Lisa Klemann, capitã do Dortmund, explicou: "Acho muito importante que um clube do porte do Borussia marque presença a partir de agora também no futebol feminino. Vamos começar lá embaixo na Liga Distrital, e, aos poucos, tenho certeza, poderemos chegar à Bundesliga." Se depender da diretoria do clube, apoio não vai faltar. Para prestigiar o pontapé inicial, Reinhard Rauball (presidente do Borussia) e Edin Terzic (diretor técnico) viram a partida nas arquibancadas, junto com a torcida que tinha pleiteado já há algum tempo a formação de um time de futebol feminino. Uma fã entusiasmada não se conteve: "O BVB é um clube para todos. Estamos em 2021 e já estávamos precisando mesmo de um Frauenmannschaft (time de mulheres)." São 23 jogadoras que jogam por puro prazer. Não recebem salários e trabalham ou ainda estudam. Lisa Klemann é fisioterapeuta, e Annika Billig faz Pedagogia, para citar apenas dois exemplos entre tantos outros. Rumo à Bundesliga das mulheres Na Alemanha, a Bundesliga das mulheres existe oficialmente desde 1997 e atualmente conta com 12 clubes, dos quais sete têm forte presença na Bundesliga dos homens: Bayern, Wolfsburg, Hoffenheim, Bayer Leverkusen, Eintracht Frankfurt, Freiburg e Colônia. O campeonato é organizado nos mesmos moldes da Bundesliga masculina com duas divisões principais, além de ligas regionais, estaduais e distritais. É pela Liga Distrital A de Dortmund que o Borussia feminino iniciou sua jornada, mas não pretende parar por aí. O projeto aurinegro do futebol feminino foi pensado no longo prazo. Apesar de disputar a Liga Distrital - uma espécie de 8ª divisão constituída por clubes amadores - a estrutura colocada à disposição do time é extremamente profissional. A rigor é a mesma estrutura disponibilizada para a equipe profissional dos marmanjos. O elenco treina no CT do clube, há uma comissão técnica, e médico e fisioterapeuta foram colocados à disposição. Svenja Schlenker, gerente do Departamento de Futebol Feminino, avalia: "Claramente temos muitas vantagens por esta integração com a estrutura do futebol profissional masculino e sabemos valorizar isso. Mas sabemos também que estamos começando lá de baixo na Liga Distrital e manteremos os nossos pés no chão da realidade." Campanha impecável Fica até difícil imaginar que, com todo esse ambiente altamente profissionalizado, a nova equipe fique por muito tempo nessa Liga Distrital. Em junho tinha sido feita uma seleção das mais de 150 candidatas que se inscreveram para fazer parte do novo Borussia feminino. As 23 melhores candidatas foram escolhidas e, desde julho, encararam um puxado programa de treinos táticos e condicionamento físico implementado pelo técnico Thomas Sulewski e sua assistente Annike Krahn (campeã do mundo em 2007 e medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio). Os primeiros frutos de toda essa organização já surgiram no campeonato atualmente disputado pelo Borussia. O time estreou no último dia 11 de setembro, com sonora goleada de 8x0 sobre o BV Brambauer e acaba de conquistar o título simbólico de campeã de outono ao derrotar o BV Kirchderne por 3x0. Até agora, a equipe faz uma campanha impecável: oito jogos, oito vitórias e gols às pencas! Pelo jeito, o expresso feminino do Borussia Dortmund tem pressa em chegar às prateleiras de cima e, quiçá, daqui a alguns anos, possa fazer companhia aos grandes do futebol feminino alemão. _________ Gerd Wenzel começou no jornalismo esportivo em 1991 na TV Cultura de São Paulo, quando pela primeira vez foi exibida a Bundesliga no Brasil. Atuou nos canais ESPN como especialista em futebol alemão de 2002 a 2020, quando passou a comentar os jogos da Bundesliga para a OneFootball de Berlim. Semanalmente, às quintas, produz o Podcast "Bundesliga no Ar". A coluna Halbzeit é publicada às terças-feiras. O texto reflete a opinião do autor, não necessariamente a da DW. Autor: Gerd Wenzel

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente