PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Líder iraniano critica EUA em meio a impasse nas negociações por acordo nuclear

10:28 | 28/07/2021

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, chamou os Estados Unidos de "teimosos" nas paralisadas negociações pela retomada do acordo nuclear, por discutirem a influência regional e mísseis de Teerã. As declarações ocorrem no momento em que Ali Khamenei se prepara para empossar o presidente eleito iraniano, Ebrahim Raisi, na próxima semana.

Embora Raisi tenha dito que deseja voltar ao acordo, que viu o Irã limitar seu enriquecimento de urânio em troca da retirada das sanções econômicas, Khamenei aparentemente pediu uma abordagem mais combativa contra Washington.

Os comentários também pareciam descrever o governo de oito anos do presidente Hassan Rouhani como ingênuo por sua abordagem para chegar ao acordo de 2015.

"Outros deveriam usar suas experiências. Essa experiência é uma desconfiança do Ocidente", disse Khamenei em declarações transmitidas pela televisão estatal e endereçadas a funcionários do governo anterior. "Neste governo, ficou demonstrado que a confiança no Ocidente não funciona", acrescentou.

Sob o acordo, o Irã concordou em limitar seu enriquecimento de gás de urânio a apenas 3,67% de pureza, que pode ser usado em usinas nucleares, mas é muito abaixo dos níveis de 90% necessários para o desenvolvimento de armas.

O ex-presidente americano Donald Trump retirou unilateralmente os EUA do acordo em 2018. O Irã violou os limites que concordou no acordo. Agora, enriquece pequenas quantidades de urânio com até 63% de pureza, seu nível mais alto de todos os tempos. Fonte: Associated Press.