PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

UE abre ações legais contra Hungria e Polônia por violar direitos LGTB

Os dois países têm dois meses para responder á Comissão antes de terem casos levados ao Tribunal de Justiça da UE

07:48 | 15/07/2021
Ativistas voam em um balão gigante com as cores do arco-íris enquanto montam um flashmob para protestar contra uma nova lei em frente ao parlamento em Budapeste em 8 de julho de 2021 (Foto: ATTILA KISBENEDEK / AFP)
Ativistas voam em um balão gigante com as cores do arco-íris enquanto montam um flashmob para protestar contra uma nova lei em frente ao parlamento em Budapeste em 8 de julho de 2021 (Foto: ATTILA KISBENEDEK / AFP)

A Comissão Europeia anunciou, nesta quinta-feira (15), que iniciou ações legais contra Hungria e Polônia por adotarem medidas que violam os direitos fundamentais da comunidade LGTB e deu a ambos dois meses para responderem antes de levar estes casos ao Tribunal de Justiça da UE.

 

No caso da Hungria, a Comissão questiona a recente adoção de uma lei que proíbe, ou limita, o acesso a conteúdos que promovam a "divergência da identidade com relação ao sexo de nascimento". No que diz respeito à Polônia, o órgão europeu põe em xeque a inação, por parte deste governo, contra as chamadas "zonas livres de ideologia LGTB".