PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Ao menos 17 feridos em detonação 'catastrófica' de fogos de artifício em Los Angeles

O chefe do Departamento de Polícia de Los Angeles, Michael Moore, disse em coletiva de imprensa que 10 agentes e sete civis sofreram feridas que não colocam sua vida em risco.

11:06 | 01/07/2021

Ao menos 17 pessoas ficaram feridas na noite de quarta-feira (30) por uma detonação controlada fracassada em uma operação de apreensão de milhares de quilos de fogos de artifício ilegais por um esquadrão antibombas de Los Angeles, informaram as autoridades.

 

A explosão detonou a capota de um caminhão especial para detonações controladas e produziu uma bola de fogo sobre o sul de Los Angeles, onde ocorreu o incidente, segundo imagens exibidas pela imprensa local.

 

O chefe do Departamento de Polícia de Los Angeles, Michael Moore, disse em coletiva de imprensa que 10 agentes e sete civis sofreram feridas que não colocam sua vida em risco.

 

A explosão danificou casas e destruiu janelas no bairro.

 

Moore acrescentou que ainda não tem explicações do porquê ocorreu a "falha totalmente catastrófica desse veículo de contenção", especialmente projetado para suportar detonações.

 

"Este veículo deveria ser capaz de se desfazer desse material com segurança", disse. "Os protocolos foram seguidos, mas algo que não deveria aconteceu no veículo de contenção e não sabemos o motivo".

 

O esquadrão respondeu a uma ligação denunciando um depósito ilegal de fogos de artifício em uma residência particular, e encontrou no pátio um esconderijo de caixas de fogos de artifício de uso comercial empilhadas em torres de dois a três metros de altura e com um peso estimado de 2.300 quilos.

 

Enquanto confiscavam os fogos de artifício, os agentes descobriram artefatos explosivos caseiros feitos de latas de refrigerante e pavios simples, disse Moore.

 

Os dispositivos foram levados ao caminhão e detonados por volta das 18h40 locais (22h40 de quarta-feira, no horário de Brasília). Um morador da casa que escondia os explosivos, Arturo Cejas, de 27 anos, foi preso e acusado de posse de um dispositivo destrutivo.

 

A polícia também pretende acusá-lo de colocar em perigo um menor de idade, depois de encontrar seu irmão de 10 anos na casa.

 

"Entendemos que este material explosivo foi comprado fora do estado [da Califórnia] e transportado até aqui com o propósito de revendê-lo para membros da comunidade e vizinhos para usar neste feriado de 4 de julho", disse Moore.

 

A cidade de Los Angeles, assolada pela seca, lançou um programa de revenda de fogos de artifício antes das férias, com a esperança de conter a venda ilegal e o uso de pirotecnia proibida.

 

No ano passado, a polícia de Los Angeles informou a apreensão de mais de quatro toneladas de fogos de artifício.