PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Yellen diz que ainda haverá meses difíceis pela frente, mas pacote ajudará

21:50 | 10/03/2021

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, comemorou nesta quarta-feira, 10, a aprovação do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão na Câmara dos Representantes. "Ainda haverá meses difíceis pela frente, mas, eventualmente, essa lei ajudará a dissipar a crise imediata diante de nossos olhos e nos permitirá começar a construir um futuro pós-covid melhor", afirmou a economista em um comunicado.

Segundo Yellen, o país está "traçando um curso muito diferente" para sair da crise, em comparação com o que foi feito há uma década, após a crise financeira de 2008. "Em vez de uma recuperação longa e lenta, espero que possamos alcançar o pleno emprego já no próximo ano", declarou a ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

A proposta de estímulos já havia sido aprovada na Câmara no final de fevereiro, mas voltou para análise dos deputados após sofrer alterações no Senado. Hoje, a legislação passou com 220 votos favoráveis e 211 contrários. Nenhum republicano votou a favor da aprovação da lei, enquanto apenas um democrata votou contra.

"Estamos prontos para começar a trabalhar na implementação das medidas do Plano de Resgate", disse Yellen. A legislação inclui US$ 350 bilhões em ajuda financeira a governos estaduais e locais, pagamentos diretos de US$ 1,4 mil para indivíduos que ganham até US$ 75 mil por ano, a extensão dos benefícios de auxílio-desemprego de US$ 300 por semana, além de US$ 130 bilhões para escolas e US$ 14 bilhões para acelerar a distribuição de vacinas contra a covid-19.

A economista classificou a aprovação da lei como uma "conquista econômica e moral" do país. "Hoje foi um dia crucial para a economia americana", ressaltou. Na sexta-feira, 12, o pacote será assinado pelo presidente dos EUA, Joe Biden.