PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Biden anunciará negociação de mais doses da J&J, diz conselheiro da Casa Branca

13:50 | 10/03/2021

O conselheiro sênior da Casa Branca para a resposta ao coronavírus, Andy Slavitt, confirmou nesta quarta-feira que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, solicitará 100 milhões de doses adicionais da vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson. O imunizante da farmacêutica recebeu autorização para o uso emergencial no país no final de fevereiro.

"Isso nos dá o máximo de flexibilidade para nossas necessidades futuras", afirmou Slavitt durante uma coletiva de imprensa da força-tarefa do governo americano para o combate ao coronavírus.

O assessor reafirmou a meta anunciada por Biden de ter doses suficientes para todos os adultos do país até o final de maio. Além do imunizante da J&J, os EUA também já aprovaram o uso emergencial das vacinas da Moderna e da Pfizer/BioNTech.

O conselheiro informou ainda que a Casa Branca aumentará o volume de vacinas distribuídas por semana aos estados para 20 milhões.

De acordo com Slavitt, três milhões de pessoas tomaram uma dose da vacina no sábado, 6, o recorde diário até agora. Na média, o país aplica 2 milhões de doses por dia.