PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Grupo armado sequestra centenas de estudantes na Nigéria

Este sequestro em massa acontece dois meses depois de grupos criminosos terem levado 344 adolescentes de um internato no estado vizinho de Katsina

09:51 | 17/02/2021

Homens armados invadiram na terça-feira à noite, 16, um internato no estado de Níger, norte da Nigéria, e sequestraram "centenas" de alunos e vários professores - informaram à AFP uma autoridade local e uma fonte das forças de segurança.

 

Este sequestro em massa acontece dois meses depois de grupos criminosos terem levado 344 adolescentes de um internato no estado vizinho de Katsina. Após negociações com o governo local, os estudantes foram soltos uma semana depois.

 

"Os bandidos entraram durante a noite no colégio governamental de Kagara e sequestraram centenas de estudantes e seus professores", afirmou uma autoridade local, que pediu anonimato.

 

Segundo a mesma fonte, os homens armados, "muito numerosos", vestidos de uniformes militares, levaram os estudantes para a mata.

 

"Um dos funcionários e alguns estudantes conseguiram escapar. Um estudante foi morto a tiros durante o ataque", completou.

 

O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, condenou o sequestro e ordenou uma operação de resgate.

 

Conforme comunicado divulgado nesta quarta por seu porta-voz, Garba Shehu, "o presidente ordenou às Forças Armadas e à polícia que devolvam imediatamente todos os reféns, ilesos".

 

Essa escola de ensino médio tem cerca de mil alunos. Ainda não se sabe o número exato de adolescentes sequestrados.

 

"Está-se fazendo uma contagem para estabelecer o número exato de alunos sequestrados. Esperamos que todos aqueles que fugiram da escola voltem para a contagem", disse uma fonte de segurança.

 

Tropas militares com apoio aéreo buscam os sequestradores e reféns para uma possível operação de resgate, completou a mesma fonte.

 

Há quase uma década, o noroeste e centro da Nigéria são assolados pela violência desses grupos criminosos, que multiplicam os sequestros para pedir resgate, assim como roubo de gado.