PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Na Espanha, separatistas ampliam maioria no Parlamento da Catalunha

09:13 | 15/02/2021

O Partido Socialista parecia se encaminhar, no fim deste domingo 14, para uma vitória nas eleições regionais na Catalunha, mas o bloco de partidos que apoiam a separação da ponta nordeste da Espanha também aparecia ampliando seu controle no parlamento regional. Com 90% dos votos contabilizados, os três principais partidos que prometem criar um estado catalão independente aumentavam seu número de assentos no parlamento regional para 74. Em 2017, esses mesmos partidos conquistaram 70 cadeiras na câmara de 135 assentos, apenas dois acima da maioria.

O partido socialista liderado pelo ex-ministro da Saúde Salvador Illa estava prestes a assumir 33 cadeiras com mais de 580 mil votos. A esquerda republicana pró-separação da Catalunha também deve ficar com 33 cadeiras, mas com 530 mil votos.

Com base nos votos contabilizados, o parlamento catalão também está prestes a se tornar mais fragmentado e radical.

O partido de extrema direita Vox entrou na legislatura catalã pela primeira vez com 11 cadeiras, confirmando sua ascensão em toda a Espanha nos últimos anos. Seu sucesso veio às custas do conservador Partido Popular, que ficou com três cadeiras após uma campanha na qual suavizou sua postura antes linha-dura contra os separatistas catalães.

Do outro lado do espectro, o partido CUP, de extrema esquerda, e pró-separação aumentou para nove assentos, ante os quatro que ganhou em 2017. As forças pró-separação precisarão do CUP radicalmente separatista e imprevisível para formar um governo com maioria. Fonte: Associated Press.