Participamos do

Três empresas chinesas serão retiradas da bolsa de NY por ordem do governo Trump

13:38 | Jan. 01, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Três empresas chinesas serão retiradas da bolsa de Nova York (Nyse) em janeiro por causa de uma ordem executiva assinada em novembro pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A bolsa diz que a China Telecom Corp. Limited, China Mobile Limited, e China Unicom Hong Kong Limited serão retiradas. Trump emitiu uma ordem em 12 de novembro proibindo investimentos em empresas de capital aberto que o governo diz serem controladas pelas forças armadas chinesas.

O comunicado, divulgado na quinta-feira, diz que a bolsa suspenderá as negociações das empresas já em 7 de janeiro ou até 11 de janeiro. O texto diz que as emissoras de ações podem apelar a um comitê do conselho da bolsa de Nova York.

O governo chinês acusou Washington de usar a segurança nacional como desculpa para atacar a competição e alertou que a ordem de Trump prejudicaria investidores dos EUA e de todo o mundo.

Analistas políticos esperam pouca mudança na política na administração do presidente eleito Joe Biden, devido à disseminada frustração com os registros de comércio e de direitos humanos da China e a acusações de espionagem e roubo de tecnologia.

Autoridades dos EUA reclamaram que o Partido Comunista da China se aproveita de acesso à tecnologia e investimentos americanos para expandir suas forças armadas, que já estão entre as maiores e mais fortemente armadas do mundo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags