PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Nos EUA, grupo bipartidário não chega a acordo sobre passivos gerados por covid

08:06 | 15/12/2020

Um grupo bipartidário do Congresso americano não conseguiu chegar até a noite de segunda-feira (14) a um acordo sobre proteção de passivos gerados pela covid-19, ampliando as chances de que a Casa terá de reduzir o tamanho de um eventual pacote de estímulos.

Líderes republicanos já haviam sinalizado o desejo de seguir adiante com um projeto de lei que excluísse dois assuntos espinhosos: proteções legais, que eles vêm defendendo, e financiamento para governos estaduais e locais, questão que é uma prioridade para os democratas.

Um grupo formado por parlamentares dos dois lados - que negociam um pacote fiscal de até US$ 908 bilhões para lidar com as consequências da crise do novo coronavírus - tinha a expectativa de chegar a um acerto sobre os dois tópicos ainda ontem, mas não conseguiu se entender no que diz respeito aos passivos.

Em conversa telefônica com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, reiterou a "preocupação dos democratas com as provisões para passivos, questão que permanece sendo uma barreira para o financiamento de governos estaduais e locais", afirmou sua porta-voz, Drew Hammill, no Twitter. Fonte: Dow Jones Newswires.U