PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Homem de Ferro da rainha? Marinha Real utiliza traje voador para patrulhar águas; assista

Os Estados Unidos também estariam desenvolvendo um traje semelhante, porém mais veloz

18:00 | 19/10/2020
A ideia é usar o traje para operações de abordagem e ataque a embarcações  (Foto: Reprodução/US Naval Institute)
A ideia é usar o traje para operações de abordagem e ataque a embarcações (Foto: Reprodução/US Naval Institute)

Tony Stark (O Homem de Ferro) está de volta. Ou, pelo menos a ideia por trás do herói da Marvel. Em vídeo divulgado na sexta-feira, 16, o Instituto Naval dos Estados Unidos mostrou uma série de testes em que homens utilizam trajes mecânicos para voar sobre as  águas ao abordar uma embarcação em movimento. Mas, aqui, não há nada de ficção: são soldados da Marinha Real Britânica treinando para utilizar um novo equipamento de voo.

Segundo o instituto, o Reino Unido poderá implementar em breve os Jet Suits, como são chamados os equipamentos, para operações de abordagem e ataque a embarcações que violem o espaço marítimo das ilhas da rainha Elizabeth II. Por enquanto, o traje permite voos de até 8 minutos direto, com a ajuda de 5 pequenos motores, localizados nas mãos e nas costas. As informações são do portal UOL.

O Comando Naval dos Estados Unidos também estaria projetando um traje semelhante, de acordo com o U.S. Naval Institute, que poderia alcançar 320 km/h. Enquanto a maior potência militar do mundo projeta um jetpack para uso semelhante, isto é, uso bélico, o Reino Unido, um dos maiores desenvolvedores de armas do mundo, possui o equipamento desde 2017 - desde então, só tem aperfeiçoado.

O criador do aparelho, Richard Browning, é o mais próximo que há hoje do personagem Tony Stark. Ele criou o próprio traje voador e entrou para o Guiness Book após atingir a velocidade de 137 km/h em 2019, a maior já alcançada por este tipo de aparelho. Por isso, é chamado pela imprensa de “Homem de Ferro da vida real”. Ele é o dono da Gravity Industries, a empresa que desenvolve o aparelho.

Embora as referências a Browning estejam sempre em torno do herói criado por Stan Lee, a visão do inventor britânico sobre o jetpack é mais clássica. O nome que ele deu ao traje foi Daedalus Mark, uma referência ao personagem Dédalo da mitologia grega. Dédalo construiu o famoso labirinto em que o Minotauro foi aprisionado, mas sua história mais conhecida está nos céus. Para ajudar o filho Ícaro a fugir da prisão a que estava condenado com o pai, criou para seu primogênito duas asas.

Antes do filho voar, alertou que ele não se aproximasse do Sol, pois o calor faria a cola que unia as asas derreter. Ícaro voou com as asas de Dédalo, mas, ignorando as advertências do pai, subiu rumo ao calor do Astro-Rei. A cola, como alertado, derreteu. E Ícaro despencou do céu.